Fórum Técnico


Mal o ano começou e tivemos a triste notícia da morte do ator Caio Junqueira em acidente automobilístico na cidade do Rio de Janeiro.

Não tenho os detalhes da perícia sobre as causas do acidente, mas, através da análise do filme amplamente divulgado pelas redes sociais podemos notar a falta de dispositivos de contensão que poderiam redefinir o final desta tragédia.

Temos no Brasil norma técnica de utilização destes dispositivos (ABNT NBR 15.486) e diversas empresas que os comercializam. A eficiência destes dispositivos é comprovada através da certificação dos ensaios de “crash test” que avaliam as consequências do impacto do veículo no dispositivo e seus efeitos nos usuários acidentados, garantindo que os danos causados possam ser minimizados tornando-os suportáveis para o corpo humano.

A velocidade regulamentada para a via é de 70 km/h e em alguns trechos chega a 90 km/h que são consideradas altas velocidades, portanto, com necessidade de dispositivos de contensão longitudinais e pontuais para proteção dos usuários.

A segurança viária não é conseguida apenas com a adoção de procedimentos pontuais, ela é consequência de ações oriundas de diversas esferas como a própria ONU já detalhou com seus cinco pilares de atuação. São ações governamentais (Pilar 1), ações de infraestrutura (Pilar 2), engenharia automotiva (Pilar 3), qualificação dos usuários (Pilar 4) e socorro aos acidentados (Pilar 5). Numa breve análise das notícias do acidente, podemos notar que vários destes pilares não foram analisados e suas soluções adotadas.

Temos que adotar ações conjuntas para que a morte do ator Caio Junqueira, aliadas às outras 40.000 mortes anuais de brasileiros anônimos, sirva para que todos se conscientizem da necessidade de unirmos esforços para mudarmos esta realidade.

PARTICIPE, DÊ SUA OPINIÃO!

Valter Luiz Vendramin, Msc
Diretor Técnico da ABSeV

Fórum

Informações

Olá. Como obter maiores informações sobre como participar do CB-16?

Por: Marcio Paulo Garzuzi

08 de Outubro de 2018